24 Maio de 2017
Hoje - Nublado
MIN 21º - MAX 26º
Webmail

Notícia no detalhe

Moradores aprovam obras do Residencial Santo Antônio

No aniversário da cidade, na noite desta segunda-feira (28), a Prefeita Rosinha Garotinho fechou o dia com mais obras: a entrega do bairro Residencial Santo Antônio e a duplicação da RJ 216 - Campos Farol. Enir Matos da Cruz, viúva, 68 anos, e a neta Débora Cristina Cruz do Nascimento, 21, apreciavam o movimento na nova praça do Residencial Santo Antônio, sentadas em um dos bancos, enquanto aguardavam a chegada da prefeita para o descerramento da placa de inauguração.

Em outro ponto da praça, o estudante do IFF, Jonas Pereira, 21 anos, era um dos que se exercitavam na academia de musculação ao ar livre, que tem 30 equipamentos. Um jogo de futebol de salão acontecia na quadra poliesportiva e mães observavam os filhos brincando no playground, todo gramado. O local é amplo, com iluminação através de super postes e postes curvados de armação metálica, tem banheiros e vestuários feminino e masculino, além de dois quiosques.

Antes de descerrar a placa, a prefeita, acompanhada do marido, o deputado federal Anthony Garotinho, do vice-Prefeito Doutor Chicão e secretários municipais, percorreu a praça, cumprimentado moradores e frequentadores do novo espaço.

- Na programação dos 176 anos de Campos, estamos entregando obras, o que mostra que o governo está sempre trabalhando. Os moradores do Residencial Santo Antônio tem agora um espaço privilegiado, com uma praça linda, que certamente atrairá moradores de bairros vizinhos, como Penha, Parque Bela Vista. Aqui bem perto, na Penha e em Donana, estamos realizando as obras do Bairro Legal, mas o Residencial Santo Antônio não foi esquecido, recebeu infraestrututra de drenagem de águas pluviais e coleta de esgoto, pavimentação asfáltica, calçadas padronizadas, sarjetas em substituição ao antigo meio fio para facilitar o escoamento de água de chuvas, além de arborização. É uma obra que eleva a qualidade de vida da população - destacou Rosinha.

Dona Enir concorda: "A praça é uma beleza, um lugar bom para gente distrair a cabeça. Mas gostei mesmo do asfalto, porque quando chovia isso aqui virava um lamaçal, com os moradores sem poder sair e carros atolando". A neta, Débora, reforçou: "Vim morar aqui em 2000, não tinha nada e só agora transformaram o residencial em um bairro. A praça deixou o bairro lindo e meu filho, de um ano, não quer sair daqui", falou.

Já o estudante gostou mais da academia: "Com o estudo e trabalho não tinha tempo para ir a uma academia. Moro na rua Professora Maria Benedita Gouveia, aqui no bairro, e com a praça tudo melhorou, vou poder me exercitar", falou Jonas. Para o responsável pelo quiosque "Reposição", Joelson Câmara Barreto, as obras no residencial "fizeram toda a diferença": "Tudo mudou completamente e acho que não tem uma praça melhor do que esta em Campos. Os moradores precisavam de um espaço assim e o movimento já promete", contou.

Ciclovias - A Prefeita Rosinha Garotinho diz que em quase todas as obras há a preocupação de reservar espaço para ciclovias: "Ainda esta noite vamos lançar as obras de duplicação da RJ-216, um empreendimento de R$ 56 milhões que inclui também a construção de ciclovia e urbanização da via até o distrito de Goitacazes. Campos tem essa cultura do ciclismo e temos uma quantidade enorme de ciclistas, trabalhadores que precisam de segurança no trânsito. A primeira ciclovia foi criada no governo Anthony Garotinho e agora estamos construindo na José Carlos Pereira Pinto, na Beira Valão, em vários locais. Dentro do projeto do Plano Viário do município, havia a proposta de interligar a cidade com ciclovias. Infelizmente, não haverá tempo para concluir o projeto, mas vamos interligar as existentes".

Por: Verônica Nascimento - Foto: Rogério Azevedo - 29/03/2011 10:33:00