25 Outubro de 2014
Amanhã - Nublado e Pancadas de Chuva
MIN 22º - MAX 27º
Facebook

Notícia no detalhe

Festa de Santo Amaro com programação religiosa e cultural

Missas solenes, novenário, ladainhas, cavalhada e shows marcarão a 268ª Festa de Santo Amaro, padroeiro da Baixada Campista,que começa nesta quinta-feira (06) e se estende até dia 16. Um evento que costuma reunir milhares de pessoas e fiéis que prestigiam a programação organizada pela prefeitura, festeiros e igreja. O novenário e as ladainhas acontecerão do dia 06 ao dia 14 (sexta-feira), sempre às 18h30, seguido de Santas Missas às 19h.

E no dia 14, às 21h, sobe ao palco oficial a cantora católica Olivia Ferreira, que estará divulgando o primeiro trabalho solo intitulado “Tudo passa pela cruz”. No dia seguinte (15), Dia de Santo Amaro, serão realizadas missas solenes às 3h, 5h, 7h, 9h, 11h, 13h. Às 18h, procissão, e às 19h, missa campal no palco oficial. Em seguida, às 21h, apresentação musical do grupo Rosas de Saron, uma banda católica de rock formada dentro do movimento de Renovação Carismática Católica, em 1988, na cidade de Campinas.

Completando 22 anos de estrada, Rosas de Saron lançou em dezembro o nono disco e segundo DVD, intitulado “Horizonte Vivo Distante”, com composições inéditas e relembra sucessos do grupo formado por Guilherme (voz, guitarra e violão), Rogério Feltrin (baixo), Eduardo Faro (guitarra e violão) e Wellington Greve (bateria).

E no domingo (16), às 21h, show com o cantor Daniel. O artista canta, dança, toca e interpreta, um talento reconhecido nacionalmente. Já são 12,6 milhões de discos vendidos durante a carreira. No ano passado, Daniel gravou o CD e DVD “Raízes”, reunindo canções como “Fricote”, “Só o Amor”, “Estou Apaixonado”, entre outras.

Cavalhada – Também no dia 15 (sábado), às 15h, a tradicional cavalhada que representa a luta entre cristãos e mouros, constituída há 1.500 anos. O duelo acontece por causa do amor que o rei mouro sentia pela filha do rei cristão. O rei cristão não aceitava que sua filha se unisse a um homem que tivesse a fé cristã. No combate, os cristãos saem vencedores, demonstrando lealdade e bravura, pois eles lutaram contra invasões islâmicas na Península Ibérica durante o século VIII.

Por: Telmo Filho - Foto: Roberto Joia - 05/01/2011 10:50:00